sábado, 17 de março de 2012

Drum N Bass 2

...




Drum and bass (também abreviado como D&B, DnB ou simplesmente d'n'b) é um estilo de música eletrônica que se originou a partir do jungle. Surgiu na metade dos anos 90 na Inglaterra. O gênero é caracterizado por batidas rápidas, próximas a 170 BPM .
O início do D&B remete ao fim dos anos 80. No decorrer de sua história, incorporou elementos de culturas musicais como o dancehall, electro, funk, Hip-Hop, house, jazz, metal, pop, reggae, rock, techno e trance.




A etimologia do termo "Drum and Bass", ou ainda drum n'bass, vem do inglês, sendo a tradução "Bateria e Baixo". É a característica marcante das produçōes de drum and bass, em que os principais elementos sāo batidas, de bateria acústica em algumas delas, e som forte e grave do baixo, em basslines contagiantes.
O Dub, cuja forma originária eram remixes de faixas de reggae dando ênfase ao baixo e a bateria com algumas passagens vocais e efeitos sonoros, teve influência direta no drum'n'bass(Visionary, por exemplo). Pode-se dizer que a cultura drum'n'bass, na sua forma primária, o Jungle tem uma forte ligação com o reggae.




"Drum and Bass" é um estilo de música electrónica , surgido em Inglaterra nos finais dos anos 80, que se caracteriza por batidas rápidas próximas das 170 batidas por minuto. Esta designação deriva do inglês em que "drum" significa bateria e "bass" é baixo, uma vez que este estilo musical tem como principais elementos as batidas de bateria acústica e o som forte e grave do baixo, com influência de vários estilos musicais como o hip-hop, funk, rock, música jamaicana etc.
O drum and Bass vem se destacar na cultura mundial no começo dos anos 90, porém, nos guetos londrinos, algo conhecido como hardcore breakbeat já era conhecido. O hardcore breakbeat é uma evolução do hip-hop com batidas quebradas, e o termo hardcore vem de rápido, acelerado, que nos dá a entender que o ritmo se destaca por batidas quebradas rápidas. Após passar por várias influências, como a música jamaicana (consequência da aglomeração de imigrantes jamaicanos nesses guetos), ragga e dub, o hardcore breakbeat tomou um novo rumo, chamado Jungle. O Jungle, sonoramente falando, se trata dessas batidas do hardcore breakbeat, com fusões do ragga, dub, funk, e sons presentes na música jamaicana. A hipótese mais conhecida pelo aparecimento do nome jungle é a de que tal nome se refere justamente do gueto, ou seja, da selva que era o gueto, ou dando a entender que o jungle era música do gueto. Dando um certo ar preconceituoso esse termo logo começou a causar problemas, as hipóteses para que o nome tenha virado drum and bass seriam de que, por o termo ser preconceituoso, as pessoas estavam querendo dar um ar étnico correto ao ritmo, mudando-o para drum and bass. Já outra hipótese seria a de que, com as festas de jungle, o uso de crack e drogas estava aumentando, e com a violência que o próprio consumo estava causando, o termo jungle teria ficado "sujo", logo, os promoters dessas festas receberam a idéia de mudar o nome para algo que seria lógico ao ouvir a música, e logo assim, teria surgido o termo drum and bass. Entretanto, o drum and bass se trata mesmo de uma evolução cultural e sonora do jungle, sendo a "nata" do jungle, ou seja, um som mais menos sincopado, misturando funk, hip-hop, house music, acid jazz, rock e até ritmos latinos na sua composição. Quando falamos de cultura "drumbazista", estamos nos referindo a uma cultura bastante ligada à cultura urbana, ou seja, a uma nova cultura, uma cultura jovem, diferente. O drum and bass se destaca de outras vertentes da música eletrônica por ter batidas rápidas, acima de 160 BPM, pela variedade de ritmos que se podem fundir com ele, exemplo disto são várias produções de DJs nacionais com cantores e artistas de bossa nova, e também, sua possibilidade de representar vários contextos culturais, como o hip-hop, o ragga e a cultura urbana em si. O drum and bass está "escondido" na nossa cultura, se prestarmos atenção, iremos vê-lo como fundo de comerciais, documentários ou programas de TV, assim como feito com outras vertentes eletrônicas como o chill out e o dub.
Embora o jungle ser um som oriundo dos guetos londrinos, e ter mudado para o nome de drum´n´bass, em 2003 nos EUA um grupo de amantes do jungle e do ragga-jungle decidu criar um fórum (www.ragga-jungle.com) na internet que fez ressuscitar o gênero. Hoje ragga-jungle e jungle tem o seu próprio mercado e o seu nicho e as produções e festas ficaram mais centradas no cenário underground eletrônico americano, na Rússia, na Espanha, no Leste Europeu e é claro, na Inglaterra. Com isso, novos gêneros foram criados como: dubwise dnb, raggacore, full metal jungle, drumstep, ragga dubstep e jungle-tek, que é um jungle com batida 4x4.
E agora que se aproxima nova década, mais os ritmos se diluem. Surgiu o Future Jungle (ou denominado também de 140jungle ou jungle breaks) e faz uma mescla da rave dos anos 90, dubstep e breakbeat em cima do ritmo jungle, girando em torno de 140 a 150 bpm.
Dizem que jungle e drum´n´bass são gêneros diferentes hoje em dia, embora alguns noventistas insistem em dizer que são a mesma coisa. Discussão que vai se perder no tempo porque hoje com a nova geração de internautas e com a vastidão de informação e de gêneros e sub-gêneros musicais que despontam na rede, o ideal é cada um procurar o seu próprio público!






Sky Residents - Krilia



Stim Axel - Тишина



Ray Keith Renegade - Terrorist



303 Project - Make Some Noise



Bes & Cobalt - Human



DJ Zinc - Ska ( Remix )



Taxman - Too Bad



Blame - Show Me Love



Jenna G - In Love



Blasta - Iz Bara












...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Flash House

Flash House

Flash Back

Flash Back

Flash Dance

Flash Dance